A cruz variável e o seu significado fundamental

A cruz mutável é sobre o movimento ou desenvolvimento que é desencadeado pelo conhecimento. Do conhecimento (Gemini), à aplicação do conhecimento (Virgo), à compreensão holística (Sagitário), ao serviço abnegado através da inspiração e da intuição. O conhecimento foi transcendido nos peixes.

O gémeo

Os Gémeos têm normalmente um profundo conhecimento teórico em numerosos campos do conhecimento. O gémeo é confrontado com a tarefa de transmitir a utilidade do conhecimento e da informação ao mundo de uma forma útil. Aqui ele pode ser autor, professor, escritor, jornalista, mensageiro, etc. Ele prepara o conhecimento para que possa ser útil aos outros e estes tenham a informação necessária.

O perigo é que ele próprio permaneça um teórico se o elemento terra não vier em seu auxílio para se realizar também.

A virgem

A Virgo, por outro lado, sabe por experiência. Ela esforça-se por realizar os seus conhecimentos teóricos, testando-os na prática ou adquirindo os conhecimentos através da prática concreta. “Aprender fazendo”.

O perigo com um nascido no signo zodiacal de Virgem é que ele não compreenda o todo (Júpiter) que ele serve. Não é suficiente que algo funcione, mas precisamos de compreender a que propósito superior estamos a alimentar a nossa capacidade. Virgo tem de aprender a avançar e não continuar a correr na mesma roda de hamster, porque se habituou a ela e ela funciona. A virgem deve pensar fora da caixa.

O Sagitário

Sagitário transmite o quadro geral às pessoas. O conhecimento de Gémeos tem o seu significado para que se compreenda o grande contexto e propósito pelo qual nos devemos esforçar. Agora estamos a avançar na direcção pretendida, para que o conhecimento cumpra o seu propósito superior.

Sagitário enfrenta o desafio de entregar a liderança aos céus (Pisces). Depois de termos aprendido tudo (Gêmeos), testado na prática (Virgem) e compreendido o significado e percorrido o caminho (Sagitário), a consequência lógica é que entregamos a orientação ao Céu, pois é omnisciente e mais sábia do que alguma vez poderíamos ser se confiássemos apenas nos nossos conhecimentos, que podemos aprender através da mente.

Se Sagitário tomou o caminho certo, torna-se o porta-voz do céu, ou, pelo contrário, um presunçoso sabe-tudo.

Os peixes

Neste ciclo, Peixes (regras de Neptuno) é o último sinal que funciona em oposição ao princípio mercuriano de lógica e análise. Não há necessidade de análise, nem de compreender analogias (Sagitário), mas em Peixes o conhecimento encontra a sua transcendência através da intuição (Neptuno) e da inspiração (Neptuno). O peixe não mantém o mundo em movimento, mas torna-se um só com o movimento, derramando o que “o céu” ou a sua intuição lhe transmite. Nem o conhecimento (Gemini), nem o trabalhador que implementa o conhecimento (Virgo), nem a causa superior (Sagitário) vem à tona, mas o céu brota das suas fontes (Peixes).

O desafio para os Peixes é que ele tem de ser completamente purificado e altruísta, basicamente iluminado, para que funcione plenamente e nem todos os tipos de coisas fluem através dele das esferas espiritual e astral para o mundo.